Quando o assunto é segurança do trabalho devemos redobrar nossa atenção e, imediatamente, verificar se há providências a serem tomadas, direcionando a informação aos responsáveis e garantindo o cumprimento das ordens delegadas.

A prevenção de acidentes requer a criação de procedimentos capazes de identificar quais são as medidas necessárias e quais os cuidados que devem ser tomados pelos colaboradores e pela empresa, bem como manter rigorosa fiscalização, para que o trabalho seja desenvolvido de forma segura.

A empresa deve ter enraizada em si uma cultura de segurança, a fim de que seus funcionários entendam a seriedade do assunto e tenham a consciência de quão prejudicados podem ser na ocorrência de um acidente, para que isso aconteça, a orientação periódica é fundamental.

Neste contexto, a empresa deve fornecer treinamentos em segurança do trabalho, que serão a base preventiva de acidentes, cujos temas devem visar a padronização de procedimentos e informar sobre a correta utilização de equipamentos, maquinários e outros.

Além dos treinamentos obrigatórios dispostos na NR1 (disposições gerais), NR5 (CIPA), NR6 (EPI) e NR7 (PCMSO) para todas as funções e demais NRs específicas para determinadas atividades, a empresa deve estender seus treinamentos objetivando adequar a conduta do colaborador ao regimento interno, capacitando e informando seus funcionários, mitigando os riscos de acidentes.

Por fim, e não menos importante, a empresa deve comprovar por meio de documentos válidos a realização dos treinamentos, bem como possibilitar a emissão de certificados, devendo buscar junto ao jurídico a orientação necessária para tal formalização.

SETOR PREVENTIVO TRABALHISTA.

Prevenção de Riscos – Treinamento em Segurança do Trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.